sexta-feira, 29 de junho de 2012

O Show de Ontem

Ontem subimos no palco do teatro São Pedro para comemorar o aniversário de 154 anos da velha e bem ativa casa no centro de Porto Alegre.

Como sempre acontece nesses casos, tentamos fazer alguma coisa que fizesse desse um momento especial, então decidimos rechear o show com alguns convidados.
Os convites foram obedecendo vários critérios que envolviam, claro, a disponibilidade de alguns para a data, que foi escolha do teatro.

Sem muita combinação prévia, acabou se formando um grupo de convidados que, de certa forma, representa nossas principais vertentes criativas, influências, ou ainda a conjugação da forças que entra em conflito, ou compactua, cada vez que nos metemos a criar música.

Um deles foi o Ney Van Soria, cantor e criador de pop songs adesivas ao ouvido, com um pendor para o romântico bem resolvido e um leve e bem incorporado sotaque argentino. Ele agora prepara um disco que terá a participação de ninguém menos que o Charly García.

Outro foi o nativista Luiz Marenco, também conhecido por @luizmarenco, que através de ritmos bem tradicionais costura letras e histórias impressionantes, daquelas que dá vontade de ouvir de novo por dois motivos. Primeiro pela história em si, normalmente uma grande sacada. Segundo pela coleção de termos incompreensíveis para a imensa maioria dos que vivem fora do universo do autor, e que nos desafia a interpretar o sentido.

O terceiro foi uma dupla de integrantes de um grupo de rock daqui bastante conhecido dos 80 – provavelmente não vai adiantar perguntar para pai e mãe, a não ser que eles fossem bem informados mesmo! – chamado DeFalla, o Edu K e a Biba Meira, vocal e batera da banda. Com eles ensaiamos duas músicas durante meia hora, um pouco antes do show. Tudo a ver com o espírito da banda que destila espontaneidade e que se resolve ali mesmo, em cima do palco, com a bola em jogo.  

Cada convidado puxava a brasa para a sua sardinha e nós seguíamos alegremente o convite para sua conversa particular.

Foi um belo show. Já deve ter algo no YouTube.

No final do ano tem mais.  


quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

A Lot of Love

Tem esse show que assisti dia 15 de fevereiro, num lugar pequeno chamado Spike Hill, em NY. 
Já conhecia a banda e fui vê-los tocar nesse lugar pequeno com cara de bar de interior.
Não havia muita gente. Ruim para a banda, maravilhoso para mim, que quase tive um show particular.
Por falar em particularidades, ao final do show, a banda desceu do palco e desmontou o próprio set. 
Gostei de ver eles guardando seus instrumentos. me veio uma lembrança boa.
Além disso, posso contar depois que vi o pessoal do Runaway Dorothy fazendo isso.
A música abaixo se chama "A Lot of Love". 
A filmagem, claro, é minha. Pequenos deslizes podem ser creditados diretamente a uma cerveja chamada Schneider Aventinus. Cuidado com ela...

video

domingo, 1 de janeiro de 2012

video

Nossa primeira incursão na cinedramaturgia. Obs: mais filmes virão....